Latinoware 2019 – Foto oficial em 360°

Oi pessoal,

mais uma vez tive a honra de participar deste grande evento chamado Latinoware – 16º Congresso Latino-americano de Software Livre e Tecnologias Abertas. Como sempre um grande encontro entre amigos e pessoas que ainda acreditam que a colaboração e o compartilhamento de conhecimento pode ajudar muita gente e, quem sabe, mudar um pouco as coisas. Os organizadores estão de parabéns, foi tudo impecável, o local, a logística, a qualidade geral do evento, as palestras, os palestrantes, o público, tudo excepcional. Quem não conhece e ficou curioso, espero que consiga estar um dia conosco e espero continuar contribuindo com essa família enquanto conseguir.

Dessa vez o sol estava lá pra nos receber e deixar a paisagem mais colorida! Infelizmente espantou um pouco do pessoal que participou da foto oficial, mas quem ficou pode se localizar nessa bela foto e navegar com a magia das fotos 360°.

inscreva-se

Latinoware 2019 - Foto oficial em 360°
Latinoware 2019 – Foto oficial em 360°

Ficha Técnica

Dessa vez resolvi aparecer na foto. O mastro ficou instável na hora e deu aquele frio na barriga (vai que cai e quebra tudo!), mas no final deu tudo certo.

Abraços, Cartola.

Fim de Tarde em Foto 360° Aérea na UFRRJ, Seropédica, RJ, 30/05/2018

Oi pessoal,

essa foto foi feita durante o BSDDay de 2018 num belíssimo fim de tarde no Campus de Seropédica da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. A arquitetura dos prédios do campus é muito bonita, cada prédio parece um belo museu. Já publiquei aqui algumas fotos do local. Semana passada mesmo publiquei uma feita num dos jardins internos de um dos prédios, o principal. Infelizmente a foto não faz jus ao testemunho ao vivo no local, mas espero que o ponto de vista do alto compense um pouco a magia deste lindo crepúsculo.

Foto 360° aérea na UFRRJ em 2018
Foto 360° aérea na UFRRJ em 2018

Ficha técnica:

Dessa vez optei pela resolução de 12.000 x 6.000 na foto final. Trabalhar com o máximo possível dessa câmera (19.000 de largura) é um pouco custoso para meu notebook de 2013. A costura demorou um pouco, pois os pontos de controle automáticos inseriram alguns erros. O céu também foi complicado para preencher. Pra varia esqueci de fazer asa fotos pra cima do solo pra completar e tive que fazer o que faltou do céu na mão, e com o drone em geral fica um grande buraco. Outra coisa que poderia ter despendido mais tempo melhorando é na diferença de definição entre algumas fotos. Acredito que por conta de algumas fotos terem sido feitas com sol e outras com nublado, por conta da movimentação das nuvens, o mesmo tratamento dispensado às fotos deixou umas de um jeito e outras de outro. Dá pra perceber áreas mais suavizadas e outras mais detalhadas. É só não darem muito zoom que não vão notar he he he.

Abraços, Cartola.

Jardim Interno do Pavilhão Principal da UFRRJ em 360°, Seropédica, RJ, 25/05/2019

Oi pessoal,

mais uma vez tive o prazer de palestrar sobre fotografia panorâmica 360° no evento BSDDay, na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. O evento acontece todo ano no último sábado de maio. Essa é a primeira foto feita um celular que publico aqui. O tema da palestra foi justamente como fazer uma foto 360° usando um aparelho celular, de modo a comprovar que esse tipo de fotografia pode ser feita com QUALQUER câmera. Claro que não é tão prático ou comercialmente viável com um celular, mas não significa que não seja possível. Podem notar que a qualidade da imagem não deixa muito a desejar se compararmos com outra visita virtual que fiz lá em 2016. Claro, a beleza do local e o dia lindo também ajudaram muito na foto.

inscreva-se

Jardim Interno do P1 da UFRRJ em 360°
Jardim Interno do P1 da UFRRJ em 360°

Ficha técnica:

Pra conseguir uma boa costura das fotos feitas com o celular construí uma cabeça panorâmica de modo a fazer o giro correto da câmera:

Cabeça de tripé panorâmica para celular
Cabeça de tripé panorâmica para celular

Esse é o grande segredo para conseguir costurar bem uma foto 360°: o giro da câmera em torno do eixo que passa pelo ponto SEP. Muitos fotógrafos iniciando no assunto acabam se prendendo a outros detalhes, achando que precisam de uma grande angular, por exemplo, ou uma câmera profissional. Vejam ainda que uma cabeça de tripé apropriada não é a única maneira de conseguir isso, mas é o mais assertivo e seguro, principalmente pra quem inicia.

Esse celular tem a capacidade de gravar fotos em RAW e de fixar a exposição entre as fotos, o que ajuda muito na qualidade do resultado final.

  • Câmera: Celular Samsung S7
  • Lente: Celular Samsung S7
  • Tripé: Dolica proline e cabeça panorâmica para celular feita por mim
  • EXIF: ISO 50, 1/3000, WB 5400k, F1.7 (esse é fixo)
  • Giro: 31 fotos RAW com exposição fixa girando manualmente o celular buscando sobrepor as fotos
  • Imagem final: 12.000 x 6.000 pixels = 72 megapixels
  • Softwares utilizados: Rawtherapee, Hugin, GIMP, Panini, Panotools Scripts, krpano tools
  • Plugin: krpano viewer

Abraços, Cartola.

 

Brincando na neve em Saint Gervais Les Bains, França, Janeiro de 2017

Oi pessoal,

Esse foi um agradável momento de descontração da garotada que estava hospedada nessa bela casa em Saint Gervais Les Bains, sudeste da França, onde fomos curtir umas esquiadas em 2017. Não é todo dia que brasileiro tem a oportunidade de brincar com neve, e pras crianças isso é ainda mais divertido. Gerra de bolas, luta de espadas de estalactites, o que a imaginação mandar. E haja energia pra depois ainda ir pra montanha esquiar!

Saint Gervais Les Bains é caminho para a charmosa Chamonix e é a comuna mais alta da França e da Europa Ocidental, onde fica o Mont Blanc (sim, o que dá nome à famosa marca de caneta), que atinge os 4808m de altitude.

inscreva-se

Brincando na neve em Saint Gervais Les Bains em 360°
Brincando na neve em Saint Gervais Les Bains em 360°

Ficha técnica:

A diferença mais marcante nessa foto foi a forma de tirar a minha sombra. Com o sol bem inclinado faço uma foto virado pra ele e vou rodando 90°. Na foto que faria de costas pro sol me coloco ora de um lado, ora de outro, de modo a ter toda a área sem minha sombra, exceto pelo ponto onde a câmera está. Tirar a sombra só da câmera é bem mais fácil que tirar toda minha sombra 🙂

Abraços, Cartola.

Corredeiras do Urubuí, Presid. Figueiredo, AM, Brasil

Oi pessoal,

mas uma foto aérea em Presidente Figueiredo. Talvez alguns tirem conclusões apressadas sobre o nome da cidade, principalmente quem viveu a época do presidente João Baptista de Oliveira Figueiredo. Segundo a página da cidade na Wikipedia a origem pode ser uma homenagem ao ex-presidente, mas é controversa. Órgãos do governo, como o IBGE e o Ministério das Minas e Energia registram a origem como homenagem ao primeiro presidente da província do Amazonas,  João Baptista de Figueiredo Tenreiro Aranha, mas segundo o Ministério do Turismo o objetivo inicial era homenagear o então presidente da República, mas o mesmo recusou a homenagem em 1981, quando da instalação da cidade, então mudaram o homenageado.

As corredeiras do Urubuí ficam num local cheio de restaurantes e com um pequeno comércio chamado Parque Urubuí (fonte Amazônia em Imagens), onde estivemos em meados de 2018. O parque fica à esquerda da BR-174 de quem vem de Manaus para Presidente Figueiredo. Outra atração do local é uma grande estátua de índio no final da rua que dá acesso ao parque. O local é bem aprazível e alguns se arriscam a descer as corredeiras em boias ou mesmo nadando. Costumam parar num remanso antes do final do parque, onde a corrente dá um alívio e permite que o aventureiro diminua a velocidade e torne a ficar em pé na piscina natural que se forma. Eu não me arrisquei, até por que não estava aquele sol convidativo.

inscreva-se

Corredeiras do Urubuí em 360°
Corredeiras do Urubuí em 360°

Ficha técnica:

Abraços, Cartola.

Pistas de bolas em 360° no Gürten Park em Berna, Suíça

Oi pessoal,

sabe aquelas engenhocas que tinham nos desenhos animados em que uma coisa ia empurrando a próxima e fazia uma progressão doida pra no final fazer uma coisa simples que podia ter sido feita diretamente? Foi o que me lembraram essas três pistas de bolas sem fim no Gürten Park, em Berna. Vejam esse trecho de um desenho do Tom & Jerry. No desenho há muitas passagens diferentes, mas a máquina do parque só faz a bola prosseguir pelos caminhos mais doidos imagináveis, é muuuuito legal! Passamos um bom tempo ali até descobrir todas as passagens que a bola fazia em cada um.

Tentei descobrir o nome desse tipo de engenhoca. O termo em alemão (idioma do site do parque) é “kugelbahn”. Em inglês “marble run”. Em português o melhor que achei foi “pista de bola”. Procurando por isso na internet acha-se vários brinquedos parecidos. As máquinas do parque eram mais legais ainda por serem interativas. Várias passagens da bola precisam da interação das pessoas, seja girando uma manivela, rodando um timão ou fazendo várias outras coisas doidas e interessantes, uma mais diferente da outra. Visita super recomendável pra quem tem crianças ou gosta dessas engenhocas elaboradas.

inscreva-se

Pistas de bola no Gurten Park em 360°
Pistas de bola no Gürten Park em 360°

Ficha técnica:

Abraços, Cartola.

Jardins Nevados da Catedral de Berna, Suíça

Ao lado da Catedral de Berna há uma praça muito agradável construída sobre uma plataforma ou terraço. Dali não se vê o largo em frente à igreja. É como se essa praça estivesse fora da cidade e o largo estivesse dentro. Da mesma forma do largo de fronte ao templo não se vê essa praça e o turista desinformado nem fica sabendo que está “na beira” da cidade, a poucos passos da bela vista que pode desfrutar dos limites da plataforma, relativamente elevada em relação ao nível do Rio Aar, que circunda a cidade antiga.

A igreja teve sua construção iniciada em 1421, como já comentei antes, mas esse terraço teve as obras iniciadas apenas em 1334, 87 anos antes. Não consegui achar detalhes, mas fico imaginando que talvez tenha se resolvido fazer a catedral só depois. É impressionante como as coisas aconteciam mais devagar nessa época. Durante a reforma protestante no século XVI as pinturas e estátuas dos altares da igreja foram depositadas no terraço. Algumas obras de arte foram encontradas em escavações arqueológicas depois. No século 20 o terraço foi transformado de um cemitério em praça pública. Foram plantadas diversas árvores e feitos os caminhos para pedestres, criando um espaço acolhedor onde paramos, as crianças brincaram e fiz algumas fotos, dentre as quais a panorâmica abaixo.

inscreva-se

Preça na Catedral de Berna em 360°
Praça no Terraço da Catedral de Berna em 360°

A seguir uma visualização em 3D retirada do Google. A navegação em 3D no Google é muito legal, experimente. Note o uso da tecla Control ou Shift junto com o mouse pra girar em torno de um ponto.

Visão 3D no google do terraço
Visão 3D no google do terraço

Ficha técnica:

Abraços, Cartola.

%d blogueiros gostam disto: