Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


jo_penteado_a_paixao_platonica_do_jaime

Diferenças

Aqui você vê as diferenças entre duas revisões dessa página.

Link para esta página de comparações

Ambos lados da revisão anterior Revisão anterior
Próxima revisão
Revisão anterior
Última revisão Ambos lados da revisão seguinte
jo_penteado_a_paixao_platonica_do_jaime [2009/03/13 02:23]
189_4_225.36
jo_penteado_a_paixao_platonica_do_jaime [2009/03/21 15:05]
189_60_129.159
Linha 1: Linha 1:
 +
 +====== Introdução: ======
 +
 +
 Sétima série. Intervalo de aula. Na sexta série estudava uma garota que, por usar o cabelo semelhante ao de uma personagem de novela, recebeu o apelido de Jô Penteado na minha turma. Com a devida vênia, ela jamais fora das mais belas, mas talvez o seu espelho lhe dissesse algo diferente. O fato é que ela talvez se considerasse a mais bela de todas, rsrsrs.  Sétima série. Intervalo de aula. Na sexta série estudava uma garota que, por usar o cabelo semelhante ao de uma personagem de novela, recebeu o apelido de Jô Penteado na minha turma. Com a devida vênia, ela jamais fora das mais belas, mas talvez o seu espelho lhe dissesse algo diferente. O fato é que ela talvez se considerasse a mais bela de todas, rsrsrs. 
  
Linha 5: Linha 9:
  
  
-====== **A missão:** ======+====== A missão: ======
  
-Fazê-la acreditar que o Jaime (índio Tchuca) estava PERDIDAMENTE apaixonado por ela e que ele não desistiria tão facilmente 
-  
  
 +Fazê-la acreditar que o Jaime (índio Tchuca) estava PERDIDAMENTE apaixonado por ela e que ele não desistiria tão facilmente.
  
-====== **O plano de ação: ** ======+ 
 + 
 +====== O plano de ação: ======
  
  
 Em todos os recreios um mensageiro (via de regra eu, mas outras vezes o Myrony e o Walner) procurava a Jô Penteado. O mensageiro afirmava estar agindo a mando do Jaime e então dizia que ele era muito tímido, mas que não mais conseguia mais disfarçar o óbvio e controlar sua avassaladora paixão. Em todos os recreios um mensageiro (via de regra eu, mas outras vezes o Myrony e o Walner) procurava a Jô Penteado. O mensageiro afirmava estar agindo a mando do Jaime e então dizia que ele era muito tímido, mas que não mais conseguia mais disfarçar o óbvio e controlar sua avassaladora paixão.
- +
  
 Eu me lembro que fiz a garota acreditar que o Jaime poderia, em um arroubo sentimental, tentar beijá-la em público ou ajoelhar-se à sua frente, em plena sala de aula, para entregar-lhe rosas vermelhas.  Eu me lembro que fiz a garota acreditar que o Jaime poderia, em um arroubo sentimental, tentar beijá-la em público ou ajoelhar-se à sua frente, em plena sala de aula, para entregar-lhe rosas vermelhas. 
  
  
- +
  
 As mensagens se tornavam mais persistentes e a Jô Penteado já começava a demonstrar impaciência com a situação, afirmando que “não desejava nada com o Jaime pois gostava de outra pessoa que não seria do colégio”. Dizíamos que o Jaime a faria esquecer essa pessoa, pois ele afirmava saber que era o homem da vida dela e que jamais desistiria!  As mensagens se tornavam mais persistentes e a Jô Penteado já começava a demonstrar impaciência com a situação, afirmando que “não desejava nada com o Jaime pois gostava de outra pessoa que não seria do colégio”. Dizíamos que o Jaime a faria esquecer essa pessoa, pois ele afirmava saber que era o homem da vida dela e que jamais desistiria! 
Linha 29: Linha 34:
  
 Para dar credibilidade ao discurso, fazíamos com que o Jaime fosse atraído até a sala dela, sem saber de nada, é claro. Eu colocava materiais dele na sala da Jô, falava para a Jô que ele passaria na sala só para poder olhar o rosto dela mais uma vez e para que ela se lembrasse da sua existência, e então avisava ao Jaime que “alguém” teria largado seu material por lá. Também dizia ao Jaime que alguém o havia chamado na sala da Jô, só para que ele olhasse pelo vidro e fosse percebido. Para dar credibilidade ao discurso, fazíamos com que o Jaime fosse atraído até a sala dela, sem saber de nada, é claro. Eu colocava materiais dele na sala da Jô, falava para a Jô que ele passaria na sala só para poder olhar o rosto dela mais uma vez e para que ela se lembrasse da sua existência, e então avisava ao Jaime que “alguém” teria largado seu material por lá. Também dizia ao Jaime que alguém o havia chamado na sala da Jô, só para que ele olhasse pelo vidro e fosse percebido.
- +
  
  
Linha 36: Linha 41:
  
 Começamos a escrever bilhetinhos e cartas de amor em nome do Jaime, e envolvemos as colegas dela na missão. Até as amiguinhas da Jô já entregavam bilhetinhos apaixonados do Jaime para ela. Começamos a escrever bilhetinhos e cartas de amor em nome do Jaime, e envolvemos as colegas dela na missão. Até as amiguinhas da Jô já entregavam bilhetinhos apaixonados do Jaime para ela.
- +
  
 Depois de algumas semanas, a Jô já se sentia sufocada pelo amor incontrolável do Jaime!  Depois de algumas semanas, a Jô já se sentia sufocada pelo amor incontrolável do Jaime! 
Linha 45: Linha 50:
  
 Gilbert: - Eu já disse: ele NÃO vai desistir assim. Ele entrou em um processo de negação, e por mais que eu explique que você não quer namorar com ele, ele se recusará a acreditar, pois afirma saber que vocês foram feitos um para o outro.  Gilbert: - Eu já disse: ele NÃO vai desistir assim. Ele entrou em um processo de negação, e por mais que eu explique que você não quer namorar com ele, ele se recusará a acreditar, pois afirma saber que vocês foram feitos um para o outro. 
 +
 +
 +
  
 Jô Penteado: - De onde esse louco tirou isso? Ele sequer me conhece !  Jô Penteado: - De onde esse louco tirou isso? Ele sequer me conhece ! 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Engano seu ! Ele segue cada passo que você dá, desde o seu ingresso no colégio. Não houve um só recreio no qual ele tivesse deixado de suspirar ao te observar de longe! Por sinal ele disse que te conhece de outras encarnações e que seus destinos estão entrelaçados !  Gilbert: - Engano seu ! Ele segue cada passo que você dá, desde o seu ingresso no colégio. Não houve um só recreio no qual ele tivesse deixado de suspirar ao te observar de longe! Por sinal ele disse que te conhece de outras encarnações e que seus destinos estão entrelaçados ! 
  
  
- +
  
 Jô Penteado: - Ele é maluco! Doente mental! Fale isso para ele !  Jô Penteado: - Ele é maluco! Doente mental! Fale isso para ele ! 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Já falei, mas ele se limita a dizer que você é a causa da loucura dele, e que ele jamais desejará a sanidade se isso implicar em perdê-la!  Gilbert: - Já falei, mas ele se limita a dizer que você é a causa da loucura dele, e que ele jamais desejará a sanidade se isso implicar em perdê-la! 
  
  
- +
  
 Jô Penteado: - O que eu faço para me livrar desse cara?  Jô Penteado: - O que eu faço para me livrar desse cara? 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Você já cogitou o contrário? Digo: namorar com ele? Ele gosta tanto de você que quem sabe possa dar certo !  Gilbert: - Você já cogitou o contrário? Digo: namorar com ele? Ele gosta tanto de você que quem sabe possa dar certo ! 
  
  
- +
  
 Jô Penteado: - NÃO ! Eu não quero! Quero me livrar dele !  Jô Penteado: - NÃO ! Eu não quero! Quero me livrar dele ! 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Tenho medo que ele acabe fazendo alguma besteira, que ele se suicide ao saber disso...  Gilbert: - Tenho medo que ele acabe fazendo alguma besteira, que ele se suicide ao saber disso... 
  
  
- +
  
 Jô Penteado: - Que se dane ele! Não estou nem aí para o que ele vai fazer! Como eu me livro desse cara? Vou contar tudo na coordenação!  Jô Penteado: - Que se dane ele! Não estou nem aí para o que ele vai fazer! Como eu me livro desse cara? Vou contar tudo na coordenação! 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Acho que isso não funcionará... Se ele for suspenso ficará pelo pátio pensando em você e esperando o horário da sua saída para te seguir e ficar te admirando...  Gilbert: - Acho que isso não funcionará... Se ele for suspenso ficará pelo pátio pensando em você e esperando o horário da sua saída para te seguir e ficar te admirando... 
  
  
- +
  
 Jô Penteado: - O que eu faço então?  Jô Penteado: - O que eu faço então? 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Bom, você pode tentar algo que imaginei...  Gilbert: - Bom, você pode tentar algo que imaginei... 
  
  
- +
  
 Jô Penteado: - O quê?  Jô Penteado: - O quê? 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Como ele diz que não acreditaria sequer em seus próprios ouvidos caso você lhe dissesse um "não", pois sabe que seus destinos estão selados, talvez fosse melhor você dizer esse "não" para ele, em tom de desabafo, NA PRESENÇA DE TODA A TURMA. Dessa forma haverá muitas testemunhas e ele não poderá tentar enganar a si mesmo! Um detalhe: terá que ser um "não" muito claro, inequívoco e firme, algo que não deixe margem para dúvidas, pois ele tentará interpretar de outra maneira... Você deverá falar algo tipo: “Suma da minha vida! Eu não quero NADA com você ! Jamais você terá qualquer chance ! Não insista ! SUMA !”  Gilbert: - Como ele diz que não acreditaria sequer em seus próprios ouvidos caso você lhe dissesse um "não", pois sabe que seus destinos estão selados, talvez fosse melhor você dizer esse "não" para ele, em tom de desabafo, NA PRESENÇA DE TODA A TURMA. Dessa forma haverá muitas testemunhas e ele não poderá tentar enganar a si mesmo! Um detalhe: terá que ser um "não" muito claro, inequívoco e firme, algo que não deixe margem para dúvidas, pois ele tentará interpretar de outra maneira... Você deverá falar algo tipo: “Suma da minha vida! Eu não quero NADA com você ! Jamais você terá qualquer chance ! Não insista ! SUMA !” 
  
  
- +
  
 Jô Penteado: - Vou fazer isso agora mesmo!  Jô Penteado: - Vou fazer isso agora mesmo! 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Não! Você está louca?  Gilbert: - Não! Você está louca? 
  
  
- +
  
 Jô Penteado: - Por que?  Jô Penteado: - Por que? 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Se você o fizer no recreio, sem qualquer professor para censurá-lo, confuso com sua reação ele poderá ter alguma atitude intempestiva, tipo tentar te beijar a força para provar o contrário! Gilbert: - Se você o fizer no recreio, sem qualquer professor para censurá-lo, confuso com sua reação ele poderá ter alguma atitude intempestiva, tipo tentar te beijar a força para provar o contrário!
Linha 136: Linha 144:
  
  
- +
  
 Gilbert: - Por que ódio por alguém que só lhe quer o bem? Toma isso daqui; ele escreveu para você (entreguei um poema muito do mal escrito em uma folha de caderno)!  Gilbert: - Por que ódio por alguém que só lhe quer o bem? Toma isso daqui; ele escreveu para você (entreguei um poema muito do mal escrito em uma folha de caderno)! 
  
  
- +
  
 A Jô picou o poema todinho, jogou no chão e pisou, cheia de ódio, rsrsrs. Estava no ponto!  A Jô picou o poema todinho, jogou no chão e pisou, cheia de ódio, rsrsrs. Estava no ponto! 
  
  
- +
  
 Gilbert: - Fale tudo para ele no meio da próxima aula. Entre na sala, na presença do professor e com a turma concentrada, pare na frente dele, respire fundo e diga tudo o que tem que ser dito! Desabafe ! Eu também não agüento mais ficar atendendo aos pedidos insistentes dele para te procurar ! Está na hora de darmos um basta a tudo isso !  Gilbert: - Fale tudo para ele no meio da próxima aula. Entre na sala, na presença do professor e com a turma concentrada, pare na frente dele, respire fundo e diga tudo o que tem que ser dito! Desabafe ! Eu também não agüento mais ficar atendendo aos pedidos insistentes dele para te procurar ! Está na hora de darmos um basta a tudo isso ! 
  
  
- +
  
  
Linha 170: Linha 178:
  
  
-Comentários posteriores:  
  
 +====== Comentários posteriores: ======
  
  
  
-1) Walner: + 
 + 
 + 
 +== 1) Walner: == 
  
  
Linha 216: Linha 228:
  
  
-2) Gilbert: + 
 +== 2) Gilbert: == 
  
  
Linha 228: Linha 242:
  
  
-3) Jaime (a vítima): + 
 +== 3) Jaime (a vítima): == 
  
  
jo_penteado_a_paixao_platonica_do_jaime.txt · Última modificação: 2009/03/21 15:10 por 189_60_129.159