Quem somos

Princípios

Democracia de base:  Adotamos um modo de atuação em que não há hierarquia entre nós. Todos temos igual direito de voz e de voto. Todas as decisões do grupo, inclusive que temas abordar, são tomadas coletivamente, após debatermos com liberdade os assuntos em pauta. Consideramos que algum grau de representação pode ser necessário em determinadas situações, mas essa representação será feita por um ou mais de um de nós e não por alguém de fora do grupo e será decidida pelo coletivo.

Autonomia: Somos autônomos em relação à direção da empresa, ao Estado, aos governos, aos partidos políticos e a qualquer outra instituição, inclusive a qualquer diretoria sindical e a qualquer oposição oficial a uma diretoria sindical. Defendemos o sindicato como um importante instrumento da classe trabalhadora e estimulamos a sindicalização, mas não nos subordinamos a ninguém. Não aceitamos que ninguém fale em nosso nome. Nós mesmos dizemos o que queremos dizer.

Apartidarismo: Não somos contra a idéia de partido político em si e também não somos contra que um trabalhador filiado a um partido integre o nosso grupo, mas não estamos vinculados, como grupo, a nenhum partido, justamente porque somos autônomos e defendemos a democracia de base e esses dois princípios ficariam prejudicados ou mesmo impossibilitados se nossos rumos não fossem definidos por nós mesmos, em todos os seus aspectos.

 

Objetivos

Objetivos de médio prazo: Aumentar e qualificar cada vez mais o grupo, fazendo nossas discussões a fundo com democracia de base. Aumentar e qualificar cada vez mais a participação do grupo e do conjunto dos petroleiros nos espaços de decisão da categoria, especialmente nas assembleias e nos congressos, a fim de que esses espaços sejam realmente representativos dos trabalhadores e que as decisões tomadas sejam cada vez mais democráticas.

Objetivo de longo prazo: Uma Petrobrás controlada socialmente pelos trabalhadores. Por ser uma empresa tão estratégica pra todo o povo brasileiro, defendemos que seja autogerida pelos petroleiros, em conjunto com os demais setores do povo, de modo que seja verdadeiramente uma empresa do povo, pelo povo e pro povo, com democracia de base. Uma Petrobrás em solidariedade com os demais povos. Contribuir pra que esse modelo seja adotado em todo o setor de energia no Brasil e estimular esse debate de modo internacionalista. Contribuir pra construção de uma sociedade com liberdade, igualdade e fraternidade na prática cotidiana, cujos rumos sejam decididos diretamente pelo povo.