Sobre este site

Esta publicação também está disponível em: Inglês, Francês, Espanhol

Este site surgiu em 2011 quando comecei a querer publicar frequentemente as fotografias panorâmicas que fazia. Comecei editando uma página estática, adicionando um link para cada foto que fazia, mas depois isso cansou, então criei um blog.

Minha história 360°

Meu primeiro contato mais profundo com fotografia foi aos 13 anos, quando tive aulas de fotografia na escola. Naquele ano minha turma teve aula de fotografia num semestre e no outro foram aulas numa oficina, onde aprendi a mexer com metal, madeira, ferramentas e coisas afins. Depois disso juntei as duas coisas, construí meu primeiro ampliador fotográfico e comecei a revelar preto e branco em casa. Depois de alguns anos, muitas fotos e algumas engenhocas, dei uma parada.

Mais tarde, na época da faculdade de engenharia, resgatei a fotografia ao comprar uma Pentax k-1000, totalmente mecânica. Isso deve ter sido em algum ano da década de 90. Essa fase foi mais concentrada basicamente em tirar fotos.

Mais tarde, em 2002/2003, com minha primeira câmera digital decente, uma Olympus C-120 de 2 megapixels, comecei a brincar com panorâmicas. A primeiríssima foto 360×180º ficou um certo desastre, mesmo depois de umas 10 horas de trabalho para montá-la. Acredito que ela tenha sido feita em 2003. Pequenas montagens com 3, 4 ou 6 fotos ficavam ótimas, como essas feitas num apartamento, mas o panorama completo ainda era um desafio.

Em 2004 criei o primeiro “port” do hugin para o FreeBSD. Foi necessário ainda portar outras ferramentas, das quais ele dependia, como o enblend/enfuse. Ao todo foram 6 ports, se bem me lembro.

Sempre tive facilidade com computadores. Ganhei meu primeiro em 1982 e sou hoje um analista de sistemas formado em Engenharia Eletrônica. Isso facilita o auto-estudo na área de manipulação fotográfica. Mesmo assim, com um misto de falta de tempo com a empresa de informática que tentei montar e um achismo de que eu não possuía um equipamento adequado, acabei não insistindo no panorama 360 completo.

Em algum momento entre 2005 e 2008 comprei uma pequena lente com maior abertura, adaptável à minha nova câmera, na ocasião uma Canon SD-700 IS de 5 mebapixels. Foi mais uma tentativa frustrada de um panorama esférico completo.

Em 2010 adquiri uma DSLR Canon 550D (Rebel T2i) e com ela uma grande angular Opteka de 6.5mm. Acabei me empolgando novamente com a fotografia de maneira geral, aprimorei meus conhecimentos em pós-edição, luz, flash e tudo mais. Apenas em 2011, porém, retomei de maneira intensiva e viciante os panoramas 360×180º. Tal é o vício e a incansável mania de fazer essas fotos que acabei criando este blog dedicado ao assunto. Normalmente tiro mais fotos do que consigo montar. As vezes uma nova foto mais interessante deixa as outras pra trás. Outras vezes surge algum contratempo que me exigiria muitas horas de trabalho e a montagem fica pendente.

Já construí sete modelos diferentes de cabeças panorâmicas e nessa experiência concluí que o melhor é simplificar, para o que montei esta página propondo um modelo que qualquer um pode fazer. Depois acabei fazendo alguns modelos intermediários amadurecendo o que funciona e o que não funciona até chegar ao sétimo, que depois evoluiu para o 7.1 (e essa página pode estar desatualizada!)

Em 2012 notei que não existia um espaço aberto para trocar ideias sobre panorâmicas em português, então criei o Panoforum com a ideia de propiciar um espaço livre para que mais pessoas possam aprender sobre o tema.

Uso com frequência algumas técnicas fotográficas nos panoramas, como HDR e combinação de exposições com o Enfuse. Normalmente uso longas exposições quando possível e tento ser perfeccionista na pós-edição final. Isso torna as fotos as vezes melhores do que a realidade, realmente realçando a beleza das cenas. Quando o visual natural já é belo o resultado fica realmente impressionante.

Em 2013 comecei nas fotografias aéreas e entrando em 2014 estou desenvolvendo um dispositivo para girar a câmera embaixo do drone, melhorando o posicionamento durante o giro.

Que venham as submarinas!

Tenho várias ideias para implementar ainda e muitos locais que ainda desejo fotografar, como o Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Experimentar novas possibilidades é muito bom. Minhas próximas tentativas são de colocar algum movimento sutil no 360º, a exemplo de algumas fotos com movimento que estão se tornando bem difundidas na Internet. Uma coisa que achei bem interessante foi a cena onde estou no hotel e posso ser sutilmente removido trocando “Comigo no quarto” por “Quarto vazio”.

Outra ideia mais recente é fazer uma foto 360 a partir de um modelo 3D construído em software – uma realidade virtual. Tem gente que já faz isso por aí, mas eu ainda não fiz. Tenho ainda intenção de experimentar fotos gigapixel e vídeo nas panorâmicas.

Tenho procurado difundir esse tipo de fotos, inicialmente em eventos de software livre e artigos.

Cursos e palestras:

Artigos:

Quem sou eu

Sou um Analista de Sistemas formado em Engenharia Eletrônica em 1995. Fotografia é uma paixão desde 1985. Talvez não seja minha profissão por que já tenho um emprego :) mas adoro trabalhar com ela. Já construí ampliador fotográfico, máquina, já revelei em casa e hoje estou apaixonado pelas panorâmicas 360. É algo que me chama a atenção e a que dedico algum (muito) tempo, como provavelmente você já desconfiava.

Este fascínio me levou a criar este blog, mas há muitos anos já brincava com as  panorâmicas, como mencionei na Minha História acima.

Moro no Rio de Janeiro e, não por acaso, é onde fiz a maioria das panorâmicas do blog.

Se gostarem, curtam minha fanpage para acompanhar as novas fotos e anúncios de cursos!

Pra entrar em contato, veja as opções aqui.

Abraços, Cartola.

41 thoughts on “Sobre este site

  1. Cartola, estou sempre acompanhando seu trabalho aqui, gostei tanto que comprei um nodal 4, 8mm p brincar, tenho dificuldade na costura das fotos uso o autopano ou ptgui, meu problema é na costura usando foto nadir e zenite, gostaria de um help e ate mesmo ver um curso nessa área sou de Goiânia Goiás. abraço

    • Oi Cláudio,

      legal saber que gosta do que faço, isso me incentiva. Eu já usei um pouco esses dois, mas uso mesmo é o Hugin, não sei se já experimentou. Como usa uma 8mm isso deveria facilitar a junção, chegou a checar a calibragem da cabeça? Isso seria um primeiro passo fundamental.

      Sugiro que tente juntar primeiro uma linha horizontal de imagens e depois disso pronto tente colocar a nadir e zenith.

      Outra sugestão é que se cadastre no http://panoforum.com.br e poste suas dúvidas por lá, se possível com mais detalhes, onde está encontrando problemas e até fotos de exemplo pra podermos tentar ajudá-lo.

      Sobre cursos, já dei alguns por aí, mas você está meio longe de mim :). Vou te mandar um email pra mais detalhes.

      Abraços, Cartola.

  2. Opa cartola, tudo bem?!
    trabalho aqui no planetario do rio de janeiro, com o alexandre e estava na suas palestras sobre fotografia 360 e me lembro que voce comentou sobre um braço mecanico que vc usa para fazer fotos panoramicas automatizadas. Estamos atras de saber o nome do modelo desse braço mecanico para poder adquirir e conversar mais sobre ele.
    Aguardo resposta, abraços

    Rafael Drelich Valentim
    Fundação Planetário

    • Oi Rafael, tudo bem?

      Não é bem um “braço”, é mais uma “cabeça” de tripé robotizada. Há vários modelos. Os três mais conhecidos são o gigapan (www.gigapan.com), o Merlin/Orion e a Rodeon/Clauss (http://www.activecomp.ca/clauss/rodeon-vrhead.html). Não botei o link da segunda, pois ela pode ser adquirida tanto no site da Kolor (www.kolor.com) quanto em lojas de equipamentos óticos (telescópios, etc). Comprei a mais barata, a Merlin/Orion, fora da Kolor. Comprei numa loja francesa on-line quando fui à França ano passado e mandei entregar no hotel. Tive que comprar separadamente um receptor que recebe os sinais via bluetooth do computador para controlá-la.

      A mais profissional das 3 mencionadas é a Rodeon, alemã, e não coincidentemente é a mais cara. Provê movimentos mais precisos e rápidos (é tida como a mais rápida do mercado) e o preço passa dos 2.000 euros. A média é a gigapan, americana, que custa em torno de 1.000 dólares. A Merlin/Oreon é a mais barata, mas pode se pagar caro por ela no site da Kolor. O preço mais caro não é exploração, é que ela já vem com adaptadores e controles que a deixam pronta para fotografia, pois ela é mais feita para telescópios.

      Um comentário muito relevante é que essas cabeças são adequadas se vocês quiserem fazer fotos com muita resolução (gigapixels). Se não é esse o caso, não vale a pena, e repito, não acho que vale a pena usar uma cabeça robotizada para fazer fotos com resoluções menores. Ainda para resoluções médias, por exemplo usando lentes 24mm ou até mesmo um pouco maiores, basta uma cabeça padrão e a peça fundamental seria um rodador, que marca os pontos de parada do giro tanto na horizontal como na vertical (dependendo do modelo de cabeça e rodador). Eu recomendo, por exemplo, a cabeça Nodal Ninja 4 com o rodador RD16 (http://shop.nodalninja.com/nn4-w-rd16-ii-advanced-rotator-f4503/). Essa cabeça tem pontos de parada no giro vertical e o rodador tem 16 ângulos diferentes de marcação, que vão de 3.6º a 120º por passo.

      Abs, Cartola.

  3. Cartola, tenho uma dúvida: tenho uma cabeça Nodal NINJA NN3 para usar em uma D90. Eu uso uma 8mm Sigma, mas quero mudar de objetiva para uma 55-300mm da Nikon e não sei achar o ponto nodal para alinhar. Existe alguma tabela para isso? Abraços e obrigado!

  4. Olá Cartola!

    parabéns pela atitude e compartilhamento de conhecimento!

    em base desta atitude, resolvi compartilhar um link que achei bem completos, que talvez possa ajudar na escrita de seus manuais abaixo:

    http://www.360facil.com/

    porém,to a um tempo estudando parcialmente a técnica e agora estou enfrentando dificuldades de publicação online em flash as minhas panoramicas imersivas, a qual não consegui através dos tutoriais deste site resolver e nem baixar o tal salado!

    se puder ajudar, ficarei grato!

    abraço!

    Pedro Faria

    • Oi Pedro!

      Vou dar uma olhada lá nesse link e depois adiciono ali nas referências. Posso te ajudar com o Salado Player sim, sem problemas, mas prefiro fazer isso lá no Panoforum. Se cadastra lá que tem talvez mais gente que pode te ajudar com esse e outros assuntos.

      Abraços, Cartola!

  5. Prezado Cartola.

    Preciso criar fotos panorâmicas (interiores de casas), para publicação, assim como seu excelente site. Estou colhendo informações para saber que câmera utilizar, que tipo de lente, qual cabeça de tripé, e qual tripé, além de software para costurar imagens e para fazer a foto imersiva (360+180).

    Desculpe tanto assunto – estou registrado como Hilton no: http://cartola.org/panoforum/.

    Atenciosamente.

    Hilton

    • Oi Hilton,

      primeiro obrigado pelo “excelente site”. Acrescentaria ainda ao seu “pequeno” hall de questões a escolha de um site e ferramentas de software para a criação do mesmo, bem como provedor e tudo mais.

      Eu recomendaria que você desse uma lida nas mensagens lá do Panofórum, onde já tem até cadastro. Há tópicos que já discutiram alguns desses assuntos. O que não encontrar pode ficar à vontade para perguntar, mas eu sugeriria que fizesse perguntas mais objetivas e pontuais, separadas em tópicos distintos. Isso facilita a colaboração por parte dos outros membros e mesmo a minha.

      Perguntas muito grandes, vagas ou abrangentes podem acabar sem resposta, seja por que não entendemos exatamente o que você quer, seja por que pra falar daquilo teríamos que escrever um livro.

      Outra questão é que algumas escolhas muitas vezes são pessoais ou dependentes da sua necessidade, que podemos nunca compreender como um todo, então o seu auto-estudo é também importante e pra isso a internet está cheia de referências, bem como tentei reunir algumas aqui na página “Como Fazer” do blog (veja no menu à direita). Um exemplo de escolhas pessoais é a existência dos “Canonzeiros” e dos “Nikonzeiros”. Pelo que vejo as duas marcas preferidas de câmeras entre profissionais e amadores metidos a fotógrafos, como eu, são a Canon e a Nikon e daí surgem essas duas raças. Eu provavelmente te recomendaria a Canon, mas tento me liberar das preferências pessoais e deixar você decidir. Certamente vai conseguir excelentes resultados com qualquer uma delas.

      Enfim, meu caro, já cortando o assunto, espero vê-lo lá no fórum para desenvolver mais os temas que levantou com os outros colegas já cadastrados, que podem enriquecer o debate.

      Abs, Cartola!

  6. Oi Cartola! Tudo bom?

    Adorei o seu site!
    Comecei a me aventurar com fotografias 360 agora, não sou fotógrafa nem nada, mas estou me divertindo com este tipo de recurso.

    Será que você poderia me dar um auxilio nas minha ultima fotografias?

    Utilizei os seguintes equipamentos:

    - Canon 60d
    - Sigma fish eye 10mm
    - Cabeça nodal ninja

    Tirei 8 fotos horizontais,1 do teto e 1 do chão, totalizando 10 fotos. (tirei foto de 45 em 45 graus)

    Peguei o equipamento emprestado e ainda nao sei utiliza-lo da maneira correta. Eu sei que devo deixar 30% de sobreposição as fotografias, mas para garantir fiz de 45 em 45 graus. Acho que exagerei né!

    Programa utilizado:

    - Auto pano giga
    - Pano tour pro

    Erros:

    - Erros de costura (parece erro de paralax)
    - Erro de ghost (Voce consegue ver partes da fotografia sobrepostas com outra)
    - Algumas vão totalmente para cima e para baixo, outras vão bem pouco para cima e para baixo. (esse erro achei muito estranho)

    Agradeceria muito se você pudesse me ajudar pois essas fotos fiz em uma outra cidade e dificilmente vou retornar nela.

    Um grande abraço e parabéns pelo belo trabalho!

    • Opa, tudo bem Naná?

      Bom, primeiro obrigado aí pelo apoio e elogio.

      Sobre a ajuda, posso tentar sim, mas acho que um local melhor pra isso seria o Panoforum. Se cadastre lá e poste suas dúvidas, se possível bem específicas e objetivas e com fotos para ilustrar, se for o caso. Lá outras pessoas poderão te ajudar também. Eu, por exemplo, não tenho experiência com os softwares que você está usando e tem gente lá que de repente pode te falar sobre eles.

      Bom, o equipamento você tem, resta saber se soube posicionar a câmera corretamente na cabeça nodal ninja, o que é relevante. Nada que não possa ser resolvido depois, mas pode te dar mais trabalho e fazer necessária uma pós edição num editor de imagens avançado. Eu uso o GIMP, por exemplo. Pode usar Photoshop, mas o Lightroom não vai servir para corrigir erros de parallax. Se o equipamento não estava bem ajustado vais ter erros de parallax.

      Chegou a dar uma olhada nuns materiais que eu coloquei em “Como Fazer”? Tem materiais de palestras e cursos que já dei e link pra um manual que estou escrevendo. Fora isso tem referências pra vários tutoriais, inclusive alguns usando outras ferramentas, como o PTGui, mas acho que não tem nada do Auto pano giga.

      Bom, boa sorte e espero que nos falemos lá no Panoforum, hein!

      Abs, Cartola!

  7. Ola

    Sou de Recife e estou iniciando trabalhos com fotos 360 graus. Não

    Me diga uma coisa se possivel, qual o modelo de pole e acessorios que vc usa e onde posso comprar aqui no Brasil.

    Parabens pelas suas imagens, são fantásticas.

    Abraço.

    Henrique Santos

    • Oi Henrique,

      obrigado pelo apoio moral, é sempre bom ver que o que gostamos de fazer também é apreciado por outros.

      Sobre o modelo do mastro e outros acessórios, tudo o que uso em cada foto está discriminado na postagem que faço aqui de cada uma. Ao entrar num post faça um scroll na página mais pra baixo pra ver a seção “Ficha técnica”, onde coloco toda a lista de equipamentos, softwares que usei e como fiz a foto. Nessa lista coloco também os links para os sites dos equipamentos, que no caso do mastro é da Nodal Ninja. Não tenho conhecimento de quem por ventura venda isso aqui no Brasil. Cabeças panorâmicas já é mais fácil de achar, creio que o Zé Pedro Russo venda em SP e eu já fiz algumas artesanais também pra alguns colegas. Veja aqui a proposta de modelo artesanal que estou escrevendo e mais detalhes no Panoforum, além de outras discussões.

      Veja ainda a foto que fiz do alto da torre de uma igreja no interior do Maranhão. Nessa foto usei uma vara de aço galvanizado como mastro. Veja mais detalhes no referido post da foto.

      Aproveito pra te convidar a se cadastrar no Panoforum.

      Um abraço, Cartola!

  8. Cartola, conforme me apresentei no panoforum trabalho com planetários, que são sistemas de projeção 360. Teremos um workshop de produção fulldome (esse é o nome que damos ao formato que usamos). Caso tenha interesse em ir me envie um email de volta ou me ligue, acho que o que você faz tem um a ligação muito forte com o que fazemos e quem sabe podemos criar algo juntos no futuro. O Workshop é gratuito e vai ser agora em setembro de 17 à 21. A programação pode ser encontrada nesse link
    http://planetarios.org.br/ii-workshop-de-producao-fulldome-no-planetario-do-rio-de-janeiro

    Grande abraço,

    Sandro Gomes

    • Oi Sandro,

      legal o evento hein! Certamente tem muita relação com o que faço, vou anunciar lá no Panoforum, se você já não o fez, no tópico de eventos. Eu gostaria muito de ir sim, principalmente no curso 3, mas 4 dias no meio do horário comercial me complica a vida um pouco. Vou trocar uns emails contigo pra entender melhor e ver se dá pra eu ir em alguma coisa. Muito obrigado pelo convite!

      Abs, Cartola.

    • Oi Arthuro,

      eu dou uns cursos por aí de vez em quando e já dei umas aulas particulares também. O próximo curso será no Gnugraf, anunciado aqui no blog, que será totalmente gratuito no próximo dia 18/08, sábado. Veja a grade do evento no site. O outro talvez seja em Foz do Iguaçu no evento Latinoware. Esses cursos, porém, são apenas uma intrudução, pois o assunto é extenso. Sugiro que dê uma olhada aqui na página “Como Fazer” do blog e que se cadastre no Panofórum, também linkado em vários pontos aqui do blog. Poste por lá suas dúvidas, mas com essas referências que te dei já dá pra ler um bocado, o que provavelmente te trará várias dúvidas mais específicas.

      Bem-vindo ao mundo das 360! É fascinante!

      Abraços, Cartola.

  9. Cartola

    Bom dia, gostei muito do blog e da sua disposição em atender aos comentários.
    Estou começando a trabalhar com fotografias aéreas, e preciso de software para criar
    o mosaico, mas preciso de fotografias planas, para levantamentos de Fazenda e outras
    áreas de interesses. Sei que ha pessoas que geram estes mosaicos com o AutoPano e que e possível inserir pontos de controle, você conhece estas ferramentas e tem interesse em dar um curso sobre isto ?

    atenciosamente

    evandro extekoetter

    • Oi Evandro,

      obrigado pelo apoio!

      Bom, imagino que você esteja cuidando da parte de tirar ou obter as fotografias. Eu uso o Hugin em geral e creio que ele se presta bem a essa tarefa. No site dele (http://hugin.sf.net) tem vários tutoriais que podem te ajudar. Não sei se o Autopano seria a melhor opção, talvez o PTGui, dentre as ferramentas comerciais, fosse mais flexível para isso, mas essa é minha opinião de semi-leigo em ambas as ferramentas.

      Veja o panoforum, onde já postei umas ideias sobre mosaicos de rua.

      Não deixe de ver também aqui no blog a página “Como Fazer” onde há várias referências e ainda esta página onde começo a escrever o que pretendo que um dia seja um extenso material sobre o Hugin e panorâmicas.

  10. Oi CArtola, tudo bom?
    Parabéns pelo blog e pela disposição em ensinar esta técnica. Estou começando a estudar e aqui é o lugar certo. Fiz a inscrição no forum que você criou e jajá postarei alguns testes. Grande abraço, André Luppi

    • Oi André,

      obrigado pelo apoio e participação. Se tiver dúvidas poste lá no fórum. Em geral tem resposta pra tudo :)

      Só não consegui identificar seu cadastro lá, você se cadastrou mesmo?

      Uma pena que você não é do RJ, fica mais difícil ir ao Gnugraf.

      Um abraço!

  11. Olá Bruno…
    Pensei que a mensagem enviado fosse privada, nao tinha visto o mural no rodapé.

    Primeiramente estou usando plataforma MAC.
    E uma Canon 7D com Lente Sigma 8mm 3.5f Fisheye.

    Estou utilizando o Hugin para gerar a imagem equiretangular.
    Porém estou com muitos “parallax errors”, nao sei bem se é essa definição para o problema na imagens.

    Uma das dúvidas é:
    Com essa lente eu estou batendo apenas 6 fotos. Dos quatro lados, uma do teto e uma do chão. Preciso aumentar o numero de fotos por ambiente?

    2.: Eu li em um tutorial que é possivel , no Hugin, exportar um Tiff com layers para ser editado no photoshop/gimp. Porém, em um passo do tutorial ele pede para executar uma linha de comando, e eu não consegui efetuar esse passo. Não sei exatamente onde fica esse comando.

    3.: Eu descobri o PanoSalado, mas parece que ele só aceita imagens cúbicas, e a ferramente que ele indica para fazer isso só funciona em PC.

    Em um powerpoint aqui no seu blog eu já consegui tirar muitas dúvidas.
    Mas gostaria de saber se você tem disponibilidade/interesse em “aulas particulares” presenciais.

    • Diga lá Daniel, bom, primeiro meu nome não é Bruno, mas tá tranquilo :)

      Não acho que precise de mais imagens, basta que elas estejam se sobrepondo, o que não sei dizer de cabeça só pela sua lente pois não a tenho.

      Você está usando uma cabeça de tripé para panorâmica, calibrada para girar a câmera em torno do ponto nodal? Como comentou sobre slides que viu aqui (não foram feitos no powerpoint, só para ser um pouco preciosista) imagino que tenha visto essa etapa. Se mesmo com isso está tendo erros de perspectiva (ou parallax) então ou marcou mal os pontos de controle (em geral prefiro marcá-los manualmente), ou otimizou mal a imagem (ou não terminou as otimizações necessárias para um bom resultado) ou não tem jeito, tem que acertar “na mão” no GIMP, Photoshop ou coisa parecida.

      Não necessariamente você precisa trabalhar com layers, pode corrigir direto na imagem final e usar uma ou outra imagem quando não conseguir assim. Pode gerar imagens independentes e abri-las como camadas depois no GIMP/PS/etc. Pode gerar essas imagens na aba “Montador” (a última) gerando imagens remapeadas. Dependendo do que está fazendo pode gerar as com correção de exposição ou não, ou ainda ambas pra ver depois. Será gerada uma imagem correspondente a cada imagem original. Sugiro clicar nas opções do remapeador “nona”, mas embaixo, e desmarcar a opção “Imagens recortadas salvas”, assim as imagens serão criadas com o mesmo tamanho da equirretangular, facilitando o encaixe delas como camadas no GIMP/PS/etc.

      Estou escrevendo um manual mais completo e fazendo uns vídeo tutoriais, mas isso vai demorar. Dê uma olhada nesses vídeos preliminares aqui sobre o acerto de erros de parallax no GIMP, penso que podem te ajudar. Tem em português

      Acerto de erros de perspectiva na fotografia panorâmica com GIMP

      e e inglês

      Adjusting parallax errors with GIMP

      mas falam mais ou menos da mesma coisa. Não estão editados, ainda pretendo melhorar, cortar partes, juntar os pedaços, etc, por isso não publiquei aqui no blog ainda.

      Eu usei muito o SaladoPlayer, que usa o SaladoConverter para converter a equirretangular no formato cúbico com vários níveis para zoom (Deep Zoom Cubic). Aqui no site tem o link pro site dele. É uma ferramenta em Java, vai rodar em qualquer sistema, desde que tenha Java instalado.

      Eu tenho alguma disponibilidade para aulas particulares sim, vou te mandar um email sobre isso.

      Um abraço, Cartola!

      • Ou Cartola desculpa.. Eu li que alguém te chamou de Bruno e eu fui na onde… Rs…
        Vou dar uma olhada no material que vc citou…
        Só para ser mais específico no problema de parallax, é que alguns objetos nas minhas fotos, como sofás, cadeiras etc, estão parcialmente cortados e porcausa da distorção da lente fish eye não consigo fazer o stitch correto… A única imagem que consegui concluir melhor tive horas e horas de trabalho manual no Photoshop… Achei inviàvel assim… Mas vou continuar tentando, e fazer um teste com mais fotos aumentando a área de sobreposição entre elas…

        E o tripé não é igual só que vc usa… Mas li que isso não interferiria por causa da fish eye…

        Aguardo o seu email sobre as aulas… E obrigado por enquanto….

        • Oi Daniel,

          pois é, o Bruno é meu filho que estava numa foto lá, daí a pessoa se confundiu e me chamou de Bruno, rs.

          pois é, não sei onde você leu que a fisheye não teria problema com parallax, tem sim. Não tem como não ter, é uma questão física.

          A distorção dela não é problema algum, o hugin trata bem isso. Tem que calibrar (configurar) a lente corretamente no hugin e otimizar parâmetros de lente para que ele faça os ajustes finais. Sugiro otimizações assim:

          y, p, r
          em seguida y, p, r, v
          e por último “Tudo sem translação”

          Isso resolve bem com minha olho de peixe. Pode tentar usar isso primeiro otimizando só as imagens da horizontal e deixando pra botar as zenith e nadir quando a horizontal estiver boa.

          Abraços, Cartola.

  12. Olá… estou apreendendo a fazer tour virtual para suprir uma necessidade da minha empresa…
    estou com dificuldades em alguns pontos e gostaria de discutir com você…
    Se puder me adicionar no msn (xxx) ou por email (xxx) agradeceria muito…

    • Oi Daniel, posso ajudar no que estiver ao meu alcance, mas não conheço todas as ferramentas, apenas o krpano e o salado player. De qualquer forma preferia tentar te ajudar inicialmente por aqui mesmo, pois as respostas ficarão on-line, podendo ajudar outros que por ventura tenham as mesmas dúvidas no futuro.

      Então, diga lá, qual o seu problema?

      Um abraço, Cartola!

    • Oi Alexandre, por enquanto não tenho nada programado, a não ser que queira aulas particulares, para o que poderia também juntar outros interessados se quiser. Estou propondo palestra no FISL (Fórum Internacional do Software Livre) em julho em Porto Alegre e se tiver GnuGraf esse ano devo propor um curso gratuito, mas esse ainda não tem nem data marcada, como pode ver lá no site. Costumo postar notícia aqui no site quando programo alguma coisa, ou se quiser cadastro seu email na minha lista de distribuição, mas só tenho uma lista, então posto tudo ali, de novos panoramas postados a cursos e palestras.

      Chegou a ver o material de cursos que já ministrei ali na página “Como fazer“? Estou escrevendo um material mais completo também, mas esse vai demorar pra ficar pronto.

      Um abraço, Cartola!

  13. Olá Cartola! sou a mãe da Alice Lino. Amei a foto e mais ainda a sua gentileza em compartilhá-la conosco. Fiquei absolutamente chocada com seus comentários sobre erros…. erros? que erros? a foto está perfeita!!! você é muito bom no que faz! parabéns!!! grande beijo, Elina

    • Oi Elina, que bom que gostou e que bom que não viu erros :) mas de fato eles existem e estão lá! Se olhar com atenção de perto poderá achar alguns membros duplicados em algumas pessoas e alguns pedaços faltando em outras, rs rs rs, mas isso é mais papo pra galera técnica no assunto mesmo.

      Muito obrigado pelos comentários e se quiser acompanhe as fotos pelos meios oferecidos (twitter, facebook, email, rss, etc). Estou fazendo uma do salão nobre da sede do Clube Naval que está prometendo ficar maravilhosa!

      Outra coisa que pretendo numa próxima vez em que fizer das crianças é chamá-las para olhar. Algumas ficaram de costas e de frente comporiam melhor a recordação do momento. Espero que ninguém lamente “oh, minha filhinha ficou de costas :(” rs rs rs

      Espero que o pessoal se lembre de mostrar pros filhos também! Os meus gostam! Já mostrou pra Alice?

      Abraços, Cartola.

  14. Olá Cartola …Bom primeiramente gostaria de parabenizar pelos lindos trabalhos , gostaria de começar a produzir fotos belas como estas e gostaria de umas ajudas com relação aos softwares usados tipo (Enblend e Enfuse e Hugin ) não são utilizados para o mesmo fim ?
    Panotools Scripts é utilizado como ? tenho que adicionar junto a algum software?
    quando você diz : Softwares utilizados: Hugin, Enblend + Enfuse, GIMP, Panotools Scripts, Deval VR player, Panini como é a utilização deste ? poderia fazer um tutorial bacana simples de como fazer um trabalho destes teus…hugin e o primeiro a ser usado depois o você utiliza o enblend + enfuse depois edita a foto com gimp , mais e este panotools scripts como e utilizado não achei nada ensinando a usa-lo sei la estou muito perdido gostaria de uma ajuda para poder começar adoro fotos e gostaria muito de produzir umas fotos por diversão e lazer ….desde já agradeço a atenção

    • Opa, tudo bem? Bem, obrigado pela força. Comentários são sempre bem-vindos!

      Posso te ajudar sim, sem problemas, mas talvez primeiro seja interessante você tentar ler alguma coisa. Veja a página “Referências” que criei aqui, onde menciono diversos tutoriais que me ajudaram a aprender a fazer esse tipo de foto. Eu realmente tenho ideia de fazer um tutorialzão e até dar palestra sobre isso em algum evento de software livre, onde acho que isso se encaixaria, mas por enquanto o que tenho são essas referências para passar. Não sei se você lê em inglês, se sim isso facilitará. Se não há também 2 tutoriais em português ali mencionados.

      As ferramentas são cada uma para um propósito. São complementares e nem sempre é necessário utilizar todas. A principal é o Hugin, que faz a distorção adequada e a junção inicial das fotos, mas eu sempre tenho que ajustar depois dele e para isso uso o GIMP, etc. Dê uma olhada no item “Ferramentas” ali na mesma página “Referências”, onde coloquei o link para o site de cada uma.

      Veja lá e se tiver mais dúvidas (aposto que terá) pode postar comentários lá em “Referências”, onde talvez tenha mais a ver.

      Eu sugeriria que você começasse emendando poucas imagens pra depois partir para um 360. Não acho o processo simples. Você sugeriu um tutorial simples, mas acho que para ser completo, com as dicas para evitar os percalços que tive, por exemplo, seria algo talvez até simples, mas certamente extenso.

      O panotools scripts são comandos usados na linha de comandos. Para usá-los você tem que ter o Perl instalado e então instalá-lo via CPAN. Se isso for grego pra você talvez seja melhor deixar pra depois. De qualquer forma ele é um conjunto de scripts que facilita algumas coisas. Eu uso especificamente o erect2cubic e o inverso, o cubic2erect para mudar a panorâmica entre os formatos equirretangular e cúbico. O formato cúbico facilita editar a visão para cima e para baixo, corrigindo erros no editor de imagens (uso o GIMP). Você pode aprender a gerar cúbico direto no hugin também, nunca fiz mas é viável, até por que o que esses scripts fazer é gerar um arquivo PTO (formato do hugin) para que possamos rodar o “nona” (vem com o hugin) para gerar as imagens cúbicas.

      Enfim, repito, o processo é relativamente complexo/extenso e por isso sugeriria que vá indo aos poucos. Demorei muito tempo para conseguir fazer panoramas 360 em menos de 1 hora (sem contar o tempo de processamento e de fotografar).

      Um abraço e volte sempre!

    • Oi Rosane,

      muito obrigado, embora não me chame Bruno. Bruno é meu filho na foto ;). Críticas são sempre bem-vindas. Quando são positivas então, além de bem-vindas massageiam o ego e nos incentivam. Nada como o reconhecimento para mover um pouco mais o mundo.

      Obrigado Cartola.

Leave a Comment