Great Hall em 360° no Metropolitan Museum em Nova Iorque, 2014

O Museu Metropolitan, em NY, é um museu gigante e sensacional. Um dos melhores que já fui. Não sou um grande especialista em museus, nem um grande admirador, então certamente minha opinião é suspeita, mas os ambientes me impressionaram pela diversidade, pelo cuidado como foram montados. Todos muito ricos em detalhes, um mais bonito que o outro. Além disso o museu é gigante, parece que as salas não acabam mais. Vale, principalmente pra quem tem alguém que cansa no meio, como crianças ou pessoas mais idosas, dividir a visita em mais de um dia.

Por ora segue a panorâmica imersiva do hall de entrada, descrito no mapa do local como “Great Hall”. O mapa e outras informações podem ser acessadas diretamente no site oficial do museu. Fiz outras fotos 360° no local, o que provavelmente vai virar uma visita virtual em algum momento, então aguardem!

inscreva-se

MetMuseum - Great Hall - 360°

MetMuseum – Great Hall – 360°

Ficha Técnica

Abraços, Cartola.

Canhões no Forte de Copacabana em Visita Virtual 360°

O Forte de Copacabana foi construído entre 1908 e 1914, tendo ficado ativo com sua função bélica até 1987, quando começou a abrigar o Museu Histórico do Exército (MHEx). Ele foi concebido, ao final do século XIX, para compor o sistema defensivo da cidade do Rio de Janeiro e de seu porto. Sua função principal dentro de tal sistema era impedir a aproximação de navios inimigos que pudessem ameaçar a entrada da Baía de Guanabara. Mais informações podem ser encontradas no site do Forte.

Estive por lá por conta de um concurso de fotografias que o Forte promoveu. A grande vantagem é que, por conta do concurso, os fotógrafos puderam ter acesso a áreas onde normalmente o público não pode circular. Essa é a primeira de algumas fotos que fiz no local. Essa é a parte que mais adentra ao mar, onde estão estrategicamente posicionados os canhões. Pode se observar um pouco abaixo o soldado que me acompanhou durante cerca de duas horas. Com isso pude, por exemplo, ficar entre esses dois canhões. Normalmente não é permitido sair de dentro do caminho feito com cordas mostrado um pouco afastado no sentido oposto ao extremo do Forte.

Um pouco mais ao longe, na praia, podemos ver as obras do novo Museu da Imagem e do Som, à esquerda do Hotel Othon. Mais adiante é possível avistar a silhueta da torre do Rio Sul e o morro do Pão de Açúcar. Do outro lado vemos o Arpoador, com sua grande torre de iluminação noturna, que pode ser bem vista em um tour que já publiquei do local. As Ilhas Cagarras marcam sua presença também.

inscreva-se

Canhões do Forte de Copacabana em 360°

Canhões do Forte de Copacabana em 360°

Ficha Técnica

Por conta das condições do local preferi usar o mastro em praticamente todas as fotos que fiz, com exceção de uma, bem ali perto de um desses canhões, e outra aérea que fiz da praia, fora do Forte. Espero em breve postar as outras por aqui.

Abraços, Cartola.

Piscina no Hotel Trump Taj Mahal em Atlantic City, 2014

O hotel Trump Taj Mahal, em Atlantic City, EUA, estava prestes a fechar quando essa foto foi feita. A foto é de 1° de dezembro de 2014 e o hotel tinha data para fechar suas portas em 12/12/2014. Acabou que não fechou até hoje, depois de alguns acordos com o sindicato. Não entendi bem a questão, o fato é que ele já seria o quinto grande hotel a fechar na cidade em 2014. No dia 5, após uma reunião, adiaram o fechamento para o dia 12. No dia 18, às vésperas da data postergada, outra reunião cancelou finalmente o fechamento, mas a situação geral parece ainda temerosa. Para mais informações, consulte a página da Wikipedia sobre o hotel. Ela conta um pouco dessa história, aparentemente ainda não terminada. Por aqui, vamos ficar com uma pequena farra na piscina coberta lá do hotel. Ali só sendo fechada mesmo, por que lá fora fazia um frio de rachar!

inscreva-se

Piscina do Taj Mahal em 360°

Piscina do Trump Taj Mahal em 360°

Ficha Técnica

O não uso de tripé ou philopod dificultou um pouco a costura das fotos, tendo sido necessário um pouco de pós-edição nessa montagem. De qualquer forma usei a receita da variação de inclinação, fazendo apenas 4 fotos, como de hábito com o philopod.

Abraços, Cartola.

Show das Focas no Zoo do Central Park – NY 2014

O Zoológico do Central Parque, em Nova Iorque, ficou famoso recentemente nas telas do cinema com a turma do filme de animação Madagascar. Não encontramos essa turma por lá. Os artistas principais do longa metragem são o leão, a zebra, a girafa, uma “hipopótama” e os pinguins. Esses últimos foram os únicos que nos deram o ar da graça, mas a foto panorâmica ficou melhor no show das focas. Com hora marcada, o pessoal do zoo aproveita a hora da alimentação dos bichos para mostrar algumas das habilidades deles. Pra se sentir lá e matar a saudade nada melhor que uma foto 360°, e ainda com a vantagem de não precisar sentir o frio de rachar que estava lá! :)

inscreva-se

Focas no Zoo Central Park em 360°

Focas no Zoo Central Park em 360°

Ficha Técnica

Gostei particularmente do resultado das sombras. Fotografar com o sol assim de lado sempre dá problemas, mas consegui fotografar as imagens com a redundância necessária para não ter trabalho na pós edição para deixar as sombras ok. Como todo trabalho mais recente, usei o philopod, fazendo 4 imagens horizontais inclinadas para baixo, mais uma para trocar minha posição e ter redundância para eliminar minha sombra, mais uma para cima para fechar o céu.

Abraços, Cartola.

 

Zoológico de Buenos Aires em 4 panorâmicas imersivas

Oi pessoal,

esse é apenas um pequeno tour virtual com 4 panorâmicas 360° feitas no Zoológico de Buenos Aires, Argentina, em junho de 2014. O local é ótimo para turistas, principalmente com crianças. Além disso fica numa área bem central da cidade. Para terem uma noção, nós fomos à pé do hotel até ele. Depois (ou antes) ainda é possível visitar o grande parque dentro do qual ele se encontra, onde pode se realizar diversas atividades, como patinação, skate, pedalinho, corrida e tem também o Planetário e um famoso roseiral. Tudo isso fica num lugar que me lembrou um pouco o estilo do Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, guardadas as devidas proporções e atrações distintas, mas é um grande espaço de lazer aberto e cheio de opções, como a Plaza Holanda, Bosques de Palermo, Jardim Botânico e outros espaços.

inscreva-se

Zoo Buenos Aires em 360°

Zoo Buenos Aires em 360°

Ficha Técnica

Acho que dei uma vacilada em duas fotos, que ficaram mais escuras e na tentativa de recuperação os detalhes foram pro espaço. Bom, pelo menos outras duas ficaram razoáveis. Todas com philopod :)

Abraços, Cartola.

Tour Virtual 360° no Arpoador

Oi pessoal,

esse é um tour virtual feito em 3 dias distintos, totalizando 8 fotos panorâmicas 360° nesse lugar que é um grande presente da natureza e um ponto turístico consagrado da cidade do Rio de Janeiro. Com duas fotos aéreas do local é possível ter uma ótima noção do espaço e de onde cada foto foi tirada. Em outros posts anteriores já publiquei algumas dessas fotos e mencionei algumas curiosidades sobre o local, como o fato de ter sido no Arpoador o primeiro lugar do Brasil onde o biquíni foi usado. O lugar é também muito concorrido por surfistas e nesse tour, uma das fotos inéditas mostra as pedras de onde eles saltam e perto das quais as ondas ficam melhores para a prática do esporte. Em dias de boas ondas dá até briga pelo espaço e é comum vê-los saltando das pedras para o mar, poupando o esforço de remada até o local das ondas.

inscreva-se

Tour Virtual 360° no Arpoador

Tour Virtual 360° no Arpoador

Ficha Técnica

Esse tour tem diversos tipos de fotos, aérea, com mastro de 6m e no solo, usando o philopod, uma espécie de prumo que permite dispensar o tripé e fazer o giro da câmera em torno de um ponto fixo.

Abraços, Cartola.

Pesca no Arpoador em 360° – Jun 2015

Como já disse em outro artigo antes, em tempos remotos era possível arpoar baleias diretamente das pedras do Arpoador, que ganhou o nome por conta disso. Hoje em dia é comum encontrar pessoas pescando sobre as pedras. Na foto podemos ver, mais adiante, pequenos canos brancos fixados às pedras. São usados para fixar as varas dos pescadores, como essa que aparece na foto. Caminhar pelas pedras é um agradável passeio recomendável a todas as idades. Embora alguns se arrisquem mais chegando mais na ponta de alguns trechos, é possível visitar todas as partes por caminhos tranquilos com escadas ou sobre partes planas da pedra.

Logo atrás da vara de pesca está a Praia do Diabo e mais à direita a área do Forte de Copacabana. Por trás desse ainda é possível ver o morro do Pão de Açúcar.

inscreva-se

Pescando em 360° no Arpoador

Pescando em 360° no Arpoador

Ficha Técnica:

Abraços, Cartola.